"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14.6

Coluna: PALAVRA PROFÉTICA
Nome: SYLVIO XIMENES
E-mail: sylvioxdorcas@gmail.com
Igreja: CASA DE ORAÇÃO (Retiro) EM VOLTA REDONDA/RJ
Memorando:

Sylvio Ximenes, servo do Senhor Jesus Cristo desde 1980. Esposo da Dorcas Ximenes, pai de Michelly e Marcelly. Avô orgulhoso de Fabrizzio, Anna Jullya e Melina. Em 2016, fizemos 36 anos de casamento e converção, e 20 anos de tempo exclussívo na obra do Senhor. Graças a Deus - O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará. Amém!

Quantidades de pessoas que visualizaram este texto85 Quantidade de pessoas que curtiram este texto Quantidade de pessoas que não gostaram deste texto

29/06/2017 17:54:18

TEMPOS DIFÍCEIS

TEMPOS DIFÍCEIS

(Martin e Deidre Bobgan)

 

Os cristãos estão vivendo tempos difíceis. Descontentamento, decepção, desconforto, desencorajamento, desespero, depressão, divórcio, discórdia, desdém, desgosto, dissensão e desobediência são bastante comuns entre os que foram chamados para dar testemunho da glória de Deus e para refletir a imagem de Cristo. Muitos cristãos têm buscado conselheiros profissionais e psicólogos para ajudá-los a resolver os problemas da vida, mas esses problemas parecem estar aumentando.

Os "consumidores" cristãos carregados de problemas também podem escolher entre uma grande quantidade de produtos: livros, conferências e grupos de auto-ajuda – mas os problemas continuam se multiplicando. Quanto mais se trata dos problemas, mais as pessoas se tornam centradas neles. Até aqueles que tentam resolver os problemas da vida com princípios bíblicos, muitas vezes acabam se envolvendo tanto nesses problemas que não alcançam a raiz da dificuldade real. O tratamento dos problemas frequentemente alcança somente os sintomas superficiais, apenas substituindo-os por outros sintomas. Alguns cristãos vivem de crise em crise. Outros carregam um peso que parece ficar mais e mais pesado com o passar dos anos.

Nunca houve tantos livros disponíveis para os cristãos na sua busca da família perfeita, do casamento perfeito e da vida perfeita. Não obstante, muitos cristãos falham em refletir a imagem de Cristo em sua família, no casamento e na vida. Será que as dificuldades que os cristãos enfrentam estão relacionadas com o fato deles estarem vivendo naqueles tempos difíceis sobre os quais Paulo alertou a Timóteo? "Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas..." (2 Tm 3.1-2). A Edição Revista e Corrigida diz: "Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos..."

As pessoas estão perecendo por causa do amor – do amor a si próprias. Elas foram ensinadas pelos especialistas modernos em psicologia que deveriam amar a si mesmas. Elas ouviram que, a menos que se amassem, elas não poderiam amar aos outros. Pregadores e outras pessoas bem-intencionadas fizeram ecoar as palavras: "você precisa se amar". Conselheiros e televangelistas insistiram: "Ame-se! Goste de si mesmo! Honre-se! Você merece!" Cada vez mais essas tentações de auto-comiseração ou exaltação do ego são sutil e facilmente aceitas pelas pessoas, pois o coração é enganoso (Jr. 17.9).

Mas, observe o que procede de pessoas que são "amantes de si mesmas". Esses homens "egoístas" são: "avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus" (2 Tm 3.2-4).

Uma rápida observação das palavras que seguem "amantes de si mesmas" revela um estado de vida bastante pecaminoso, assim como atitudes e atos pecaminosos. Tal amor a si próprio é tão poderoso que os "amantes de si mesmos" são "mais amigos dos prazeres que amigos de Deus". E isso está em profunda contradição com o Grande Mandamento: "Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo" (Mt 22.36-39).

Enquanto que os propagadores do amor a si próprio tentam ler um terceiro mandamento (ame-se a si mesmo) nessa passagem das Escrituras, Jesus deixou claro que estava falando de apenas dois mandamentos, pois disse: "Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas" (Mt 22.40). Não há nas Escrituras um mandamento para amar a si mesmo.

Os homens são infelizes e sofrem com os problemas da vida porque se tornaram "amantes de si mesmos" e "mais amigos dos prazeres que amigos de Deus". A inclinação pecaminosa do ser humano é amar a si mesmo mais do que a Deus e às outras pessoas. O egoísmo se agarra à natureza humana e produz inveja, luxúria, orgulho, arrogância, desrespeito por Deus, desobediência aos pais, falta de gratidão, engano, provocando tanto a paixão pelos seus próprios caminhos quanto a contenda por causa deles. Ele leva também a falsas acusações, que são exageradas, já que as pessoas têm sido encorajadas a culpar seus pais, as circunstâncias, e a qualquer outra coisa, menos a si mesmas, pela sua condição de vida.

Será que as pessoas estão tentando desenvolver-se, melhorando a si mesmas e às circunstâncias em que vivem, sem tocar na raiz do problema? Será que o amor a si próprio está escondido sob os mais benevolentes gestos e por trás das orações mais fervorosas? Que tipo de crescimento pessoal as pessoas estão procurando? O crescimento pessoal que vai aumentar sua auto-estima, ou o crescimento pessoal que envolve negar a si mesmo e tomar a sua cruz? O crescimento pessoal que vai confirmar o valor de seus próprios egos, ou o que as tornará semelhantes à imagem de Cristo?

Ambas as formas de crescimento, tanto a que se inclina para o amor a si mesmo quanto a que se inclina para amar a Deus, têm um custo elevado. Amar a si mesmo mais do que amar a Deus leva a uma perda espiritual, mas amar a Deus com todo o seu ser leva a negar o "eu" e faz com que o efeito mortal da cruz se faça sentir contra o velho homem (aquele "eu" ao qual muitos de nós ainda estão agarrados e amam), que deve ser considerado morto (Rm 6).

Jesus disse: "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; quem perder a vida por minha causa, esse a salvará. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder-se ou a causar dano a si mesmo?" (Lc 9.23-25).

O mesmo Deus que salva e santifica também ordenou que as boas obras sejam uma consequência natural da Sua obra: "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Ef 2.8-10). Essas boas obras incluem amar a Deus de todo o coração, de toda a alma, de todo o entendimento e a obediência a Ele, pois o amor a Deus é expresso obedecendo-Lhe e amando-se uns aos outros. Uma pessoa não é salva nem se santifica pelas boas obras. Entretanto, as boas obras são consequência do que Deus já fez e continua a fazer. Por isso, Paulo diz: "Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade" (Fp 2.12-13).

Além disso, todas essas coisas devem ser feitas sem murmurações nem contendas (Fp 2.14), ou seja, sem reclamar ou discutir com Deus sobre as circunstâncias da vida e como proceder na presença d`Ele. Por toda a caminhada cristã há o despojar-se dos velhos caminhos (do velho homem com suas paixões enganosas) e o revestir-se do novo homem, "criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade" (Ef 4.24).

Essa é a caminhada diária do cristão. Despojar-se do velho homem é o equivalente a negar a si mesmo, e revestir-se do novo homem envolve tomar sua cruz e seguir a Cristo.

Se bem que muitos cristãos podem concordar em princípio, quantos estão fazendo isso diariamente, momento após momento? Quantos de nós estão confiando no Senhor o suficiente para tomarmos a nossa cruz, reconhecendo-O em todos os nossos caminhos e deixando-O afastar-nos do amor-próprio para amá-lo de todo o coração, de toda a alma, de todo o entendimento e de toda a força, amando-nos uns aos outros tanto quanto nós  nos amamos a nós mesmos? Cada dia é cheio de oportunidades para amar a Deus ou para amar o "eu" em primeiro lugar. Qual vamos escolher? 

Compartilhando: S. Ximenes.

 

Nenhum comentário!
Seja o primeiro a comentar

COMENTÁRIOS (0)

MAIS PUBLICAÇÕES DESTE COLUNISTA

ELE, O PRIMEIRO EM TUDO

NO BRILHO DA SUA GLÓRIA

PRECISAMOS UNS DOS OUTROS

FALTAM DOIS MINUTOS E MEIO PARA O DIA DO JUÍZO FINAL...

AVANTE PARA A VITÓRIA!

OS CINCO PILARES DA REFORMA PROTESTANTE

ENVIADO PARA VENCER

INCRIVELMENTE MARAVILHOSA

AMADO INFINITAMENTE

SUA CONFIANÇA

Você espera por ele? Realmente?

O TEMPO ACEITÁVEL...

O QUE ACONTECERÁ EM 23 DE SETEMBRO DE 2017?

A SOMA DE TODOS OS MEDOS...

A VERDADE SOBRE O TEMPLO DOS ÚLTIMOS DIAS

A PREPARAÇÃO PARA O TERCEIRO TEMPLO

O SONHO DA ESTÁTUA (Dn 2)

O FIM É SÓ O COMEÇO!...

ESTÁ TÃO DIFÍCIL ESPERAR!

ADORANDO O DEUS DA TECNOLOGIA

DIAS DE NOÉ E DIAS DE LÓ

DESNUTRIÇÃO PROFÉTICA

3.000 Anos de História Judaica

"VENENO NA PANELA"!...

Ai! ...

AS LAGARTAS DESTRUIDORAS, ...

PEDRAS VIVAS!...

CUIDADO!

Quem Penso que sou?...

Feliz Páscoa!...

Páscoa Feliz!...

Diferenças Entre o Arrebatamento e a Segunda Vinda

O QUE VOCÊ ESPERA?

“RELÓGIO DO JUÍZO FINAL”

VITÓRIA EM JESUS

A Lagarta Destruidora, que nunca chega a Metamorfose

O MELHOR AINDA VIRÁ

O CÉU ANTES DA VOLTA DE CRISTO

OFERTA PACÍFICA...

CERTEZA

UM CRISTÃO PODE PERDER A SALVAÇÃO?

CARTA AOS JOVENS

UNIDADE E UNÂNIMIDADE

Em Crise...

ESPERANÇA QUE VAI ALÉM!...

VENHA O TEU REINO

ELE É O VOSSO REI?

NOITE DE PAZ!

A CORRETA ESPERA!...

ESTEJAM PREPARADOS!

ESTEJAIS ATENTOS!

EM BREVE O VEREMOS

ELE VOLTARÁ!...

A MAIOR PROFECIA DE TODOS OS TEMPOS

“Golias só cai diante daquele que leva pão e queijo”

Lideres “Incapazes de Latir”!?

Ano da abundância e abundância da graça

SEM PERDER A VISÃO PARA FAZER MISSÕES

Profecias cumpridas em Israel (IV parte)

Profecias cumpridas em Israel (III parte)

Profecias cumpridas em Israel (II parte)

Profecias cumpridas em Israel (I parte)

As Profecias dos Terremotos – (Isaías 24)

.:: DEIXE SEU COMENTÁRIO ::.

Digite no campo abaixo o que você vê na imagem

 

Casa de Oração em Jardim Marilândia - Vila velha/ES
by, Fabiano de Azeredo