"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14.6

Coluna: FALANDO A ALMA
Nome: ROGÉRIO B. BERNARDES
E-mail: oirerog@gmail.com
Igreja: CASA DE ORAÇÃO EM JARDIM MARILÂNDIA
Memorando:

Rogério Batista Bernardes, casado com Marilene Rodrigues Bernardes, pai de Miguel e Marilia, nascido em Ecoporanga, em 1969.

Graduado pela Universidade Federal do Espirito Santo; Formado e Especializado em Psicanálise Clínica Pela UNIG e ABPC; Especializado em Gestão Pública Municipal, pelo IFES.

Quantidades de pessoas que visualizaram este texto Quantidade de pessoas que curtiram este texto Quantidade de pessoas que não gostaram deste texto
62

05/12/2015 13:22:58

QUANDO DEUS LUTAS AS NOSSAS LUTAS

Os capítulos 18,19,20 de II Crônicas, relata-nos partes da  história de Josafá, que de uma ou outra maneira nos identificaremos com os personagens, protagonistas ou não. Um dos, senão o principal protagonista, é o Rei Josafá, esse deixou-nos vários exemplos: de conversão, renovo espiritual, fé, falha, arrependimento, adoração, confiança, e vitória em Deus. Muitos outros exemplos poderiam ser elencados, mas se falássemos desses listados, não os exauríamos.

Convido-o a acompanhar a síntese da história de Josafá:

Josafá assume o trono de Judá, que já iniciara um renovo espiritual, na época de Asa, seu pai. Entretanto além de instruir o povo, nomear: juízes, sacerdotes, levitas, fez o que seus antecessores não fizeram: Derrubou os altos e os altares dos baalins, que se encontravam espalhados pelas terras de Judá.

Mas embora sendo um verdadeiro adorador, do Deus criador dos céus e terra, não deixou de errar. Aliou-se a Acabe, rei de Israel, homem ímpio, idólatra, e amaldiçoado (I Reis 21 v 19). Os últimos versículos do cap. 18 de Crônicas, registra de forma trágico/cômico, o resultado dessa parceria entre o justo e o ímpio: Acabe mesmo camuflado, foi morto acidentalmente. E Josafá que assumiu o carro de Acabe, foge desesperado, clamando ao Senhor, que promove seu livramento.

Após o incidente, e a repreensão do profeta Jeú, Josafá se dedica à adoração, cap. 19 de II Crônicas. O resultado é lindo. O Cap. 20 – registra a vantagem de fazermos aliança com Deus. Em vez de camuflagem - ostensividade, em vez de fuga - enfrentamento, em vez de desespero – alegria – louvor – adoração.

No versículo 17 do Cap. 20 – Deus diz:

“Nesta peleja não tereis que pelejar: parai, estai em pé, e vede a salvação do Senhor para convosco, ó Judá e Jerusalém; não temais, nem vos assusteis; amanhã lhes saí, ao encontro, porque o Senhor será convosco”.

Durante a guerra cantaram e jubilaram, entronizaram Deus, e os corpos dos inimigos foram se amontoando pelo deserto. Eram tantos mortos, que Josafá e seu povo passaram 04 dias carregando os despojos (bens, riquezas), dos vencidos.

Queridos como disse no início, é impossível não nos identificarmos com um ou outro personagem dessas passagens bíblica.

- Se és Acabe, sugiro que aceite Cristo.

- Se és Josafá, em falta, arrepende-se, e se torne no Josafá adorador.

- Se és perseguidor do povo de Deus, saiba que quem luta por nós é maior do que qualquer exército. Abandone essa milícia, e aliste-se ao lado do nosso General, Jesus Cristo.

Para não fazeres parte dos mortos no deserto, que vivem lutando entre si.

Deus o Abençoe!

Rogério da Marilene.

 

Casa de Oração em Jardim Marilândia - Vila velha/ES
by, Fabiano de Azeredo