"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14.6

Coluna: FALANDO A ALMA
Nome: ROGÉRIO B. BERNARDES
E-mail: oirerog@gmail.com
Igreja: CASA DE ORAÇÃO EM JARDIM MARILÂNDIA
Memorando:

Rogério Batista Bernardes, casado com Marilene Rodrigues Bernardes, pai de Miguel e Marilia, nascido em Ecoporanga, em 1969.

Graduado pela Universidade Federal do Espirito Santo; Formado e Especializado em Psicanálise Clínica Pela UNIG e ABPC; Especializado em Gestão Pública Municipal, pelo IFES.

Quantidades de pessoas que visualizaram este texto296 Quantidade de pessoas que curtiram este texto Quantidade de pessoas que não gostaram deste texto

05/12/2015 13:22:58

QUANDO DEUS LUTAS AS NOSSAS LUTAS

Os capítulos 18,19,20 de II Crônicas, relata-nos partes da  história de Josafá, que de uma ou outra maneira nos identificaremos com os personagens, protagonistas ou não. Um dos, senão o principal protagonista, é o Rei Josafá, esse deixou-nos vários exemplos: de conversão, renovo espiritual, fé, falha, arrependimento, adoração, confiança, e vitória em Deus. Muitos outros exemplos poderiam ser elencados, mas se falássemos desses listados, não os exauríamos.

Convido-o a acompanhar a síntese da história de Josafá:

Josafá assume o trono de Judá, que já iniciara um renovo espiritual, na época de Asa, seu pai. Entretanto além de instruir o povo, nomear: juízes, sacerdotes, levitas, fez o que seus antecessores não fizeram: Derrubou os altos e os altares dos baalins, que se encontravam espalhados pelas terras de Judá.

Mas embora sendo um verdadeiro adorador, do Deus criador dos céus e terra, não deixou de errar. Aliou-se a Acabe, rei de Israel, homem ímpio, idólatra, e amaldiçoado (I Reis 21 v 19). Os últimos versículos do cap. 18 de Crônicas, registra de forma trágico/cômico, o resultado dessa parceria entre o justo e o ímpio: Acabe mesmo camuflado, foi morto acidentalmente. E Josafá que assumiu o carro de Acabe, foge desesperado, clamando ao Senhor, que promove seu livramento.

Após o incidente, e a repreensão do profeta Jeú, Josafá se dedica à adoração, cap. 19 de II Crônicas. O resultado é lindo. O Cap. 20 – registra a vantagem de fazermos aliança com Deus. Em vez de camuflagem - ostensividade, em vez de fuga - enfrentamento, em vez de desespero – alegria – louvor – adoração.

No versículo 17 do Cap. 20 – Deus diz:

“Nesta peleja não tereis que pelejar: parai, estai em pé, e vede a salvação do Senhor para convosco, ó Judá e Jerusalém; não temais, nem vos assusteis; amanhã lhes saí, ao encontro, porque o Senhor será convosco”.

Durante a guerra cantaram e jubilaram, entronizaram Deus, e os corpos dos inimigos foram se amontoando pelo deserto. Eram tantos mortos, que Josafá e seu povo passaram 04 dias carregando os despojos (bens, riquezas), dos vencidos.

Queridos como disse no início, é impossível não nos identificarmos com um ou outro personagem dessas passagens bíblica.

- Se és Acabe, sugiro que aceite Cristo.

- Se és Josafá, em falta, arrepende-se, e se torne no Josafá adorador.

- Se és perseguidor do povo de Deus, saiba que quem luta por nós é maior do que qualquer exército. Abandone essa milícia, e aliste-se ao lado do nosso General, Jesus Cristo.

Para não fazeres parte dos mortos no deserto, que vivem lutando entre si.

Deus o Abençoe!

Rogério da Marilene.

 

Casa de Oração em Jardim Marilândia - Vila velha/ES
by, Fabiano de Azeredo