"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14.6

NOTÍCIAS GOSPEL

Quantidades de pessoas que visualizaram este texto
123
Quantidade de pessoas que curtiram este texto
Quantidade de pessoas que não gostaram deste texto

Cristãos egípcios perdoam terroristas que explodiram igreja

Bispo copta: “a falta de perdão prejudica a nós mais do que a eles"

por Jarbas Aragão

 

Os cristãos do Egito estão anunciando que perdoam os responsáveis ​​pelo atentado do último domingo, que matou 25 pessoas e deixou outros 50 gravemente feridos. A declaração foi dada ao Christian Post pelo bispo geral da Igreja Copta no Reino Unido, Anba Angaelos.

Uma bomba de 12 quilos foi colocada numa capela adjacente ao maior templo da Igreja Ortodoxa Copta. Na hora da explosão, o local estava tomado de mulheres e crianças. Apesar da grande revolta inicial, a comunidade cristã local disse que não procura vingança pelo ataque.

“Historicamente, no Egito, depois de ataques é claro que são feitos protestos públicos, mas não queremos retaliação ou vingança”, explicou Angaelos. “Como Igreja, estamos à espera de uma investigação formal. Nossa dor está na perda de pessoas. Nossa dor se dá pela mentalidade de quem levou a cabo este tipo de ato”, sublinhou o líder religioso.

Nos últimos dias, foram feitas várias vigílias de oração, algumas públicas, outras em residências. “Estamos orando para que haja cura na comunidade. Estamos prontos para perdoar e já perdoamos as pessoas que fizeram isso, pois no final das contas, a falta de perdão prejudica a nós mais do que a eles”, enfatizou o bispo.

“Acho que isso é algo que temos de estar atentos, como cristãos. Tenho muito orgulho de dizer que isso é algo que temos visto os coptas fazerem muito naturalmente ao longo de décadas.”, lembra.

Os coptas são um antigo ramo do cristianismo, cerca de 10% da população.

Esse ataque à bomba foi o mais violento da história contra a comunidade cristã no Egito. As autoridades divulgaram que o responsável foi Mahmoud Shafiq Mohammed Mustafa, de 22 anos. Contrariando as informações iniciais, ficou comprovado que ele era o homem-bomba que se explodiu dentro do templo.

 

Outras quatro pessoas – três homens e uma mulher – foram presos sob suspeita de serem cúmplices na trama de terror. O Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelo ataque, através de um comunicado.

Data: 15/12/2016 13:25:03
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/cristaos-perdoam-terroristas-explodiram-igreja/

Nenhum comentário!
Seja o primeiro a comentar

.:: COMENTÁRIOS ::.

.:: DEIXE SEU COMENTÁRIO ::.

Digite no campo abaixo o que você vê na imagem
Digite o texto da imagem no campo abaixo


Casa de Oração em Jardim Marilândia - Vila velha/ES
by, Fabiano de Azeredo