"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14.6

NOTÍCIAS GOSPEL

Quantidades de pessoas que visualizaram este texto
208
Quantidade de pessoas que curtiram este texto
Quantidade de pessoas que não gostaram deste texto

Muçulmanos acreditam mais na Segunda Vinda de Jesus que cristãos

Muçulmanos acreditam mais na Segunda Vinda que cristãos.

Pesquisa mostra que apenas só 20% dos cristãos esperam a volta de Cristo em sua geração.

por Jarbas Aragão

 

O Instituto de Pesquisas Pew, especializado em assuntos religiosos, realizou um levantamento em 2006 e concluiu que 79% dos cristãos acreditavam que Jesus voltaria à Terra algum dia. Destes, apenas 20% criam que isso acontecerá enquanto eles estiveram vivos.

 

Quatro anos depois, o Pew fez uma nova pesquisa sobre o assunto. Os evangélicos continuam sendo o grupo que mais acredita na segunda vinda de Cristo. Dentre eles, 58% disseram crer que isso aconteceria dentro de quarenta anos, ou seja, até o ano 2050.

Surpreendentemente, entre os muçulmanos, a crença na segunda vinda literal de Cristo alcança índices maiores. Os islâmicos ensinam que Jesus voltará aliando-se à figura do “Mahdi”, que destruirá o inimigo das nações [Anticristo], ressuscitará os mortos e fará um  julgamento.

 

pesquisa realizada pelo Pew entre moradores do Oriente Médio, indicou que dois terços – 670 milhões – dos seguidores de Maomé dizem que esperam estar vivos para testemunhar este evento.

 

Segundo a revista Christianity Today, “A maioria dos muçulmanos no Iraque, Líbano e na Tunísia – e cerca de 50% no Marrocos e nos territórios palestinos – acreditam no “retorno iminente” de Jesus. Fora do mundo árabe, mais da metade dos muçulmanos na Turquia, no Paquistão, na Malásia e na Tailândia dizem que Jesus voltará à Terra em sua geração.

 

Para os pesquisadores não está claro dos motivos pelos quais esses índices aumentaram nos últimos anos. Provavelmente por conta do surgimento do Estado Islâmico, que divulgou intensamente como algumas antigas profecias islâmicas sobre o fim do mundo estavam se cumprindo.

Além disso, os governantes do Irã, o regime teocrático mais forte do mundo moderno, defendem abertamente a vinda iminente do mahdi e, consequentemente, de Jesus.

Contudo, esse Jesus islâmico não tem as mesmas características do Jesus bíblico. O Alcorão fala sobre ele como um profeta, nascido de Maria, mas que não é filho de Deus nem que ressuscitou após a morte.

Data: 02/04/2017 14:04:28
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/muculmanos-acreditam-mais-na-segunda-vinda-de-jesus-que-cristaos/

Nenhum comentário!
Seja o primeiro a comentar

.:: COMENTÁRIOS ::.

.:: DEIXE SEU COMENTÁRIO ::.

Digite no campo abaixo o que você vê na imagem
Digite o texto da imagem no campo abaixo


Casa de Oração em Jardim Marilândia - Vila velha/ES
by, Fabiano de Azeredo