"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14.6

NOTÍCIAS GOSPEL

Quantidades de pessoas que visualizaram este texto
84
Quantidade de pessoas que curtiram este texto
Quantidade de pessoas que não gostaram deste texto

Samoa é o primeiro país do mundo a se declarar “cristão”

Parlamento mudou Constituição e poderá proibir o islamismo

por Jarbas Aragão

 

Com 75% da população se declarando evangélica e 23% católica, Samoa é um Estado soberano da Polinésia na Oceania, formado por várias ilhas, sendo as principais Savai’i e Upolu. Ela foi parte da Nova Zelândia até 1962.

Temendo uma invasão do Islã, o primeiro-ministro Tuilaepa Malielegaoi explicou que o governo está preocupado com as “guerras religiosas” que ocorrem atualmente em um nível global, resultando em guerras civis dentro das nações.

Por isso, o Parlamento da Samoa aprovou recentemente uma lei que altera a Constituição. O país passou a ser oficialmente um Estado cristão. Entre os 49 representantes do Parlamento, 43 votaram a favor da proposta.

Samoa já tinha uma referência ao cristianismo na Constituição, afirmando que a ação do governo deveria estar “dentro dos limites prescritos pelos mandamentos de Deus” e também que sua sociedade é “baseada em princípios cristãos”.

Antes, o primeiro artigo da sua Constituição declarava que “Samoa é fundada em Deus”, mas essa expressão poderia ser aplicada a todos os grupos religiosos. Termos similares são usados pela Indonésia, de maioria muçulmana.

Na versão atual, o artigo 1 do texto constitucional estabelece: “Samoa é uma nação cristã, fundada em Deus Pai, Filho e Espírito Santo”, mostrando um entendimento especificamente cristão de Deus, sem margem para interpretação de outros grupos religiosos, governo ou judiciário.

Curiosamente, nem a Lei Fundamental do Estado da Cidade do Vaticano, considerada a Constituição do Vaticano declara a cidade-Estado uma nação cristã.

Islã proibido

O Secretário Geral do Conselho de Igrejas de Samoa, pastor Ma’auga Motu, está usando esse argumento para pedir que o Islã seja proibido. O censo de 2001 indica que existem cerca de 50 muçulmanos no país, representando 0,03% da população. Todos frequentam a única mesquita edificada nas ilhas.

Outro aspecto que chama atenção é que, com essa alteração constitucional, os líderes samoanos querem evitar que pressões externas introduzam mudanças significativas na sociedade local.

Uma das questões levantadas durante os debates no Parlamento era o reconhecimento de casamentos entre pessoas do mesmo sexo, algo que agora ficou impossível de ser aprovado. Com informações Christian Post e The Diplomat

Data: 02/07/2017 15:25:31
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/samoa-primeiro-pais-mundo-cristao/

Nenhum comentário!
Seja o primeiro a comentar

.:: COMENTÁRIOS ::.

.:: DEIXE SEU COMENTÁRIO ::.

Digite no campo abaixo o que você vê na imagem
Digite o texto da imagem no campo abaixo


Casa de Oração em Jardim Marilândia - Vila velha/ES
by, Fabiano de Azeredo