"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14.6

NOTÍCIAS GOSPEL

Quantidades de pessoas que visualizaram este texto
65
Quantidade de pessoas que curtiram este texto
Quantidade de pessoas que não gostaram deste texto

Cristã perdoa médico que a estuprou: “aceite Jesus”

Ex-atleta deu um poderoso testemunho de fé durante o julgamento do estuprador

por Jarbas Aragão

 

Uma das vítimas do médico da equipe de Ginástica dos Estados Unidos, Larry Nassar, deu um poderoso testemunho de fé durante o julgamento dele esta semana. Nasser foi condenado a 175 anos de prisão por molestar 156 mulheres e meninas.

Ex-integrante do Comitê Olímpico Americano e da Universidade de Michigan, o julgamento de Nassar vem sendo notícia no mundo inteiro depois que medalhistas da ginástica começaram a falar sobre os abusos sexuais a que foram submetidas. Dentre elas estão Simone Biles, Gabby Douglas, Aly Raisman, Jordyn Wieber e McKayla Maroney. Mais de 100 de suas vítimas estiveram no tribunal para acompanhar o caso e várias delas foram ouvidas.

Rachael Denhollander, a primeira ginasta a acusar publicamente o médico, falou no tribunal antes da sentença ser anunciada. Suas poderosas palavras sobre Cristo e o evangelho mostraram o poder intenso e a influência do amor de Deus sobre o coração humano. A declaração dela repercutiu em grandes órgãos de mídia do mundo.

A decisão de Denhollander foi perdoar Nassar, embora não esconda o tremendo impacto emocional e físico que ela enfrentou ao compartilhar sua história e buscar justiça.

“Eu fiz isso porque era a coisa certa”, disse ela, olhando diretamente para o ex-médico sentado na corte. Em seguida, ela fez um apelo sincero para que Nassar salvasse a sua alma enquanto há tempo.

“Você se tornou um homem governado por desejos egoístas e pervertidos, um homem definido por suas escolhas diárias de alimentar continuamente esse egoísmo e perversão”, disse Denhollander. “Você escolheu persistir na sua iniquidade, sem se importar com o quanto isso custaria aos outros. Eu faço o oposto disso e escolho amor de modo sacrificial, não importa o que me custe.”

Apontando para a Bíblia que o acusado tinha sobre a mesa, continuou: “Se você leu a Bíblia que carrega, sabe que a definição de amor sacrificial nela é um Deus que ama de modo tão sacrificial que desistiu de tudo para pagar uma penalidade pelo pecado que ele não cometeu”, disse ela. “Por Sua graça, eu também escolho amar assim”.

Denhollander enfatizou que o perdão não é uma decisão de fazer boas ações para apagar o mal, explicando que exige um verdadeiro arrependimento das suas ações pecaminosas. Ela citou as palavras de Jesus em Mateus 18:6: “A Bíblia diz que é melhor amarrar uma pedra de moinho ao redor de seu pescoço e se jogar no mar que fazer tropeçar um dos pequeninos que creem nele e você prejudicou centenas”, disse ela. “A Bíblia que você tem aí fala de um julgamento final, onde toda a ira de Deus e seu eterno terror são derramados sobre homens como você”.

Por fim, ela fez um apelo para que ele se arrependa de verdade e aceite Jesus como seu Salvador: “Se, em algum momento, você chegar ao ponto de encarar verdadeiramente o que fez, sua culpa será esmagadora. É isto que faz o Evangelho de Cristo tão doce. Porque ele estende graça, esperança e misericórdia onde nenhuma dessas coisas deveria ser encontrada. E elas estão disponíveis para você. Oro para que você experimente o peso da culpa que esmaga a alma e que, algum dia, possa experimentar o verdadeiro arrependimento e o verdadeiro perdão vindo de Deus. Você precisa muito mais disso do que o meu perdão, mas o meu perdão eu também te dou”. Com informações de FaithWire

Assista o testemunho (em inglês):

Data: 27/01/2018 00:25:07
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/crista-perdoa-medico-que-estuprou-aceite-jesus/

Nenhum comentário!
Seja o primeiro a comentar

.:: COMENTÁRIOS ::.

.:: DEIXE SEU COMENTÁRIO ::.

Digite no campo abaixo o que você vê na imagem
Digite o texto da imagem no campo abaixo


Casa de Oração em Jardim Marilândia - Vila velha/ES
by, Fabiano de Azeredo